RELATÓRIO 02/11 A 08/11

Atualizado: 28 de Jan de 2019

O sentimento da semana no mercado de criptomoedas foi de entusiasmo e melhoria. A maior parte das criptomoedas teve um crescimento significativo nos últimos sete dias refletindo os efeitos de valorização do Bitcoin.

O dia 05 marcou o fim de mais uma etapa importante do processo das ETFs, a submissão de comentários públicos para o órgão regulador americano SEC. O órgão terá até fevereiro do ano que vem para analisar as propostas de ETF, os comentários públicos e divulgar a sua decisão.

Além disso, o banco americano Morgan Stanley divulgou seu relatório anual sobre BTC. O banco foi bastante positivo sobre a viabilidade das criptomoedas como ativos de investimento, citando os avanços “surpreendentes” no Bitcoin, como o interesse crescente de novos fundos para a moeda e de contratos futuros. Ainda aclamou a tecnologia descentralizada do ativo e apontou que as criptomoedas constituem um “novo tipo de investimento institucional”, ajudando a legitimar a ideia de que os investidores de Wall Street estão cada vez mais interessados no BTC por conta da demandas de clientes que buscam fazer parte dos investimentos cripto.

Assim, investidores já vêm se mostrando confiantes por uma resposta positiva nos ETF e na entrada de investidores institucionais no universo cripto. O Bitcoin começou a se valorizar a partir do dia 04, possivelmente por uma confusão de investidores que acreditaram que no dia 05 já seria divulgada a decisão dos ETF. A moeda fechou a semana com US$6519,61 e variação de 2,11%, contra US$6304,2 da semana anterior.

(Fonte: CoinMarketCap)

Com o aumento na demanda pelo BTC, o número de transações requisitadas na blockchain cresceu bastante.

(Fonte: Blockchain.info)

Isso ocasionou um congestionamento na rede e aumento nas taxas de transação, o que fez com que muitos investidores começassem a procurar altcoins como alternativa. O Ripple (XRP) valorizou 11%, fechando a semana com US$0,51 e chegou a ultrapassar brevemente o Ethereum (ETH) em capitalização de mercado, mas voltou para a posição original como terceiro colocado. Já o Ethereum fechou a semana com valorização de 7,09% e valor de US$213,36.

O Bitcoin Cash (BCH) foi o grande vencedor da semana. A valorização da moeda no período foi de impressionantes 41,74% com cotação de US$601,36. A moeda passou o ponto de resistência de US$600 e agora tenta chegar a US$660,07. Caso ultrapasse esse valor, a moeda pode escalar a US$891,46, e se sustentando acima disso pode chegar até US$1200.


(Fonte: CoinMarketCap)

O aumento no preço do BCH é também uma resposta à notícia de que a exchange Binance irá aderir ao hard fork do Bitcoin Cash, marcado para o dia 15 de novembro. Por conta do fork, investidores e mineradores começaram a investir mais fortemente no ativo para garantir um poder de decisão sobre um possível rompimento da moeda e aumentar seus ganhos, já que caso o rompimento ocorra, investidores terão ativos nas duas moedas.

Segundo o Coin Telegraph, é difícil prever o desempenho da moeda após o fork, portanto é recomendável que os detentores do ativo se beneficiem dos ganhos parciais e estabeleçam um ponto de segurança para evitar possíveis perdas.

Já no câmbio tradicional, o dólar teve leve alta na semana a partir do dia 06, finalizando no valor de RS$3,74. O aumento significa uma espera de novidades sobre a equipe econômica do presidente eleito Jair Bolsonaro e sobre a reforma da Previdência. Com isso, o valor do Bitcoin frente ao real se valorizou, chegando a valer R$24150,17, contra R$23449,96 da semana anterior.

(Fonte: Investing.com)

No mercado de ações, a principal bolsa mundial, S&P, vem apontando um crescimento na volatilidade de suas ações desde setembro. Em contrapartida, a volatilidade do Bitcoin continua caindo, atingindo agora o valor mínimo nos últimos dois anos. Tais fatores evidenciam que cada vez mais as criptomoedas se mostram como ativos independentes dos mercados tradicionais e também atraem a atenção de investidores institucionais.

Por enquanto, as criptomoedas ainda são novidades no mercado de investimentos e, como qualquer novo ativo, passa por alguns obstáculos no começo. Os investidores tradicionais estão passando pela fase de negação da importância desses ativos, mas lentamente começam uma aceitação que significará um desenvolvimento iminente ao mercado.

Para o Bitcoin, especialistas da consultoria de investimentos cripto, Element Digital Asset Management, indicam que o mercado bear que se implementou durante o ano está chegando ao fim e deve dar lugar a um rally positivo. Caso a moeda ultrapasse o valor de US$6654,51 e se mantenha acima disso, pode chegar a US$6831,99. Atingindo esse valor, as previsões são de que a moeda deve fechar o ano em torno de US$8800.



OPINIÃO DO CHRISTIAN

A expectativa para o final do ano é muito grande. De qualquer forma as moedas estão com valor estagnado há tempo demais. Reforço compra do bitcoin, principalmente Bitcoin Cash.



LINKS

https://cointelegraph.com/news/morgan-stanley-report-shows-strong-institutional-investment-for-bitcoin

https://www.reuters.com/article/us-crypto-currencies-volatility/bitcoin-volatility-sinks-to-lowest-in-nearly-two-years-idUSKCN1NB235

https://twitter.com/Bitcoin/status/1059807475472482309

https://cointelegraph.com/news/after-taking-out-6-800-bitcoin-will-hit-new-highs-in-2019-says-galaxy-digitals-novogratz

https://www.blockchain.com/en/charts

https://g1.globo.com/economia/noticia/2018/11/08/cotacao-do-dolar-08112018.ghtml

https://cointelegraph.com/news/crypto-markets-see-widespread-wave-of-green-bitcoin-pushes-6-500

https://cointelegraph.com/news/bitcoin-ethereum-ripple-bitcoin-cash-eos-stellar-litecoin-cardano-monero-tron-price-analysis-nov-7

Stellar

Binance coin - NEO de acordo com a performance da exchange

https://www.criptomoedasfacil.com/maior-airdrop-da-historia-distribuira-125-milhoes-de-stellar-para-usuarios-da-carteira-blockchain-com/

http://fortune.com/2018/11/06/blockchain-stellar/

0 visualização
CONTATO